A mola pneumática inteligente

Molas pneumáticas smart, com sensores integrados para aplicações industriais inteligentes.

Molas pneumáticas smart, com sensores integrados para aplicações industriais inteligentesHá décadas, as molas pneumáticas são um auxílio confiável nos processos industriais, suportando enormes cargas, executando movimentos de elevação com confiabilidade e isolando vibrações com alta eficácia nas mais diferentes aplicações e áreas. Nesse contexto, não havia expectativa de grandes guinadas no desenvolvimento tecnológico. Mas agora a Continental está mostrando que existe grande potencial de digitalização nesses componentes praticamente invisíveis, no âmbito da Indústria 4.0 – com a criação de molas pneumáticas inteligentes.

Inteligência nas molas pneumáticas: sensor HPTA

Quem abre essas possibilidades é o sensor HPTA, que a Continental oferece para muitos foles padrão de molas pneumáticas. A sigla HPTA corresponde às grandezas físicas que o sensor é capaz de detectar: Height (altura), Pressure (pressão), Temperature (temperatura) e Acceleration (aceleração). Essas informações de status são de enorme valor para os usuários, pois abrem portas para as possibilidades praticamente ilimitadas da digitalização.

Sensor HPTA fornece dados operacionais valiosos

Molas pneumáticas smart, com sensores integrados para aplicações industriais inteligentesOs dados de sensores são uma condição básica para muitos casos de aplicação ativos ou passivos. O sinal de altura é a variável controlada própria para uma regulagem ativa e independente do nível da carga. Além disso, todos os dados podem ser registrados e avaliados em um monitoramento contínuo de condições (Condition Monitoring). Se, por exemplo, a altura da mola pneumática em carga constante está desviando constantemente do valor desejado, isso pode ser indício de um vazamento de ar comprimido no sistema. Embora isso mal seja perceptível de outras maneiras, pode gerar um consumo desnecessário de ar comprimido ou energia. É possível configurar limites de alerta para essa e as outras grandezas, para poder detectar imediatamente qualquer desvio da operação normal. Assim, falhas de funcionamento são reconhecidas o mais cedo possível, evitando períodos de inatividade inesperados e reduzindo custos de manutenção. A partir dos valores medidos pelo sensor, é possível calcular outras grandezas como amplitudes de oscilação, frequências de vibração ou o peso sobre a mola pneumática. “Todas essas informações ajudam as empresas a operar seus sistemas de forma segura e eficiente”, diz Manuel Mosich, responsável na Continental pelo desenvolvimento do sensor HPTA para molas pneumáticas industriais. “Com sensores integrados, oferecemos aos nossos clientes a possibilidade de reproduzir processos digitalmente para prepará-los para o futuro.”

Com o Starter Kit HPTA, os interessados podem conhecer as vantagens que as molas pneumáticas com sensores integrados oferecem para aplicações industriais concretas: além de uma mola pneumática com sensor, a maleta também contém um adaptador USB e um software, incluindo instruções. Com ele, os usuários podem testar todas as funções dos sensores e experimentá-las no seu próprio ambiente, para ver na operação prática o valor que agrega diretamente aos seus próprios sistemas. Além disso, a Continental oferece apoio técnico a projetos de desenvolvimento para disposição de molas pneumáticas e integração de sensores para a aplicação desejada.

C+ Technologies

A Integrated Sensor Technology com sensor HPTA é parte de uma iniciativa tecnológica da Continental. Sob o título de C+ Technologies, a empresa desenvolve novas soluções para usos futuros de molas pneumáticas no setor industrial. Isso inclui, por exemplo, redução do volume dos foles para elevar a eficiência energética e a sustentabilidade, materiais especiais para maior segurança e aplicações inteligentes para big data, que viabilizam usos mais inteligentes de coletas de dados apoiadas por sensores. Para isso, a Continental aproveita as sinergias que existem dentro do seu grupo empresarial, especialmente no âmbito de desenvolvimento de materiais e matérias-primas e equipamentos de detecção e testes.