Sempre no fluxo

Em uma fábrica de cimento no Rio Ródano, nosso sistema de monitoramento garante tranquilidade

Em uma fábrica de cimento às margens do Ródano, nossas esteiras fazem a instalação de transporte funcionar. </br>Foto: gettyimages (happytrip)

Da nascente nos Alpes Suíços, o Ródano serpenteia até o delta da foz em Camargue, sul da França. Subindo o rio, passa-se por vinhedos e pessegueiros, por Avignon, sede dos papas na idade média, e Lyon, com 2,2 milhões de habitantes, a agitada metrópole da região. Bons 60 quilômetros mais a leste, o rio mais caudaloso da França chega a Montalieu-Vercieu, uma pequena localidade com quase 3.500 habitantes. Aqui, o Vicat, um grupo internacional e o único fabricante de cimento da França, opera uma de suas seis fábricas na França. A esteira para o transporte da matéria-prima e a tecnologia de varredura que detecta danos à esteira precocemente foram fornecidas por nós, da Continental. Pois a produção precisa fluir - uma parada significaria prejuízo financeiro substancial.

Esteira de cabo de aço transporta calcário para a fábrica

Nossas equipes de serviços configuraram, forneceram e instalaram na esteira existente o sistema de monitoramento de esteiras CONTI MultiProtect em tempo recorde.A instalação de transporte de seis quilômetros passa no meio de uma área de proteção ambiental. Para proteger a flora e a fauna, ela transcorre quase subterrânea – um túnel de concreto plano e retangular. “O coração e a artéria é, ao mesmo tempo, nossa esteira de cabo de aço de 1.000 milímetros de largura ST 1000 5:5 DIN X“, diz Patrick Raffler, que atuou como engenheiro de serviço no projeto. “A esteira transporta o calcário obtido na mina para a fábrica, onde ele é processado para virar cimento.” Desde 2018, a instalação opera com nossa esteira. Anteriormente, nosso cliente era confrontado com uma situação difícil: Na primavera de 2018, a produção deveria parar por três meses. O motivo: corpos estranhos haviam causado uma rachadura longitudinal no meio da esteira de transporte. A esteira rasgou como um zíper.

Equipe de serviços fornece esteira de reposição em tempo recorde

Depois desta amarga experiência, ficou claro para nosso cliente: Isto nunca mais podia acontecer. Inicialmente, a esteira teve que ser substituída rapidamente. “Na época, fornecemos uma esteira nova em tempo recorde”, relata Patrick Raffler. “Nossa equipe de serviços trabalhou 24 horas por dia para instalá-la. Depois disto, a produção pode recomeçar.” 

Patrick Raffler Patrick Raffler foi engenheiro-chefe de serviço local no cliente:

“Em tempo recorde, não só configuramos e fornecemos nosso sistema de monitoramento de esteiras CONTI MultiProtect, mas também treinamos a equipe de manutenção do cliente. Então, os técnicos locais sabem como o software funciona, como devem interpretar as informações e como reagir a emergências para que não ocorra dano maior. Com isto, geramos valor agregado real ao cliente.” 
 
 

Sistema de monitoramento da esteira reequipado

Por outro lado, precisava-se de uma tecnologia de monitoramento confiável. Nós a reequipamos em 2019. Com trabalho de equipe perfeito e em tempo recorde, nossos técnicos e equipes de serviços adaptaram o sistema de monitoramento de esteira CONTI MultiProtect às exigências do cliente, o forneceram e instalaram em conjunto com os prestadores de serviços locais.

Tecnologia de varredura fornece dados técnicos 24 horas por dia

Por meio da tecnologia de sensores, nosso sistema de monitoramento de esteiras CONTI MultiProtect detecta precocemente danos à esteira, evitando, assim, danos maiores e paradas.Desde então, o sistema verifica 24 horas por dia o estado das esteiras de transporte por danos aos cabos e alterações nas oscilações das conexões da esteira e repassa os dados técnicos ao centro de controle. Os resultados da varredura também podem ser consultados na própria instalação de transporte - facilmente visível como gráfico ou relatório em PDF. Se o sistema detectar um dano maior à carcaça ou uma rachadura longitudinal na esteira, ele emite um alarme ao comando para que a esteira possa ser parada imediatamente. Assim, evita-se maiores danos e paradas - e a produção permanece no fluxo.

Do cimento romano ao calcário para o Empire State Building

Sabia que o famoso Empire State Building em Nova Iorque é construído com calcário das margens do Ródano? Igualmente, durante o Império Romano, mansões, templos e casas de banhos foram construídos com estes materiais locais. Mas o calcário também foi a fonte de uma outra grande descoberta: cimento artificial, que foi inventado em 1817 pelo francês Louis Vicat. Sua receita, que determina a proporção de calcário e argila, ainda hoje é a liga mais importante utilizada em edifícios no mundo todo. Nisto, o humanista Louis Vicat, que não patenteou sua descoberta, levou a sua família a um grande sucesso: em 1853, seu filho Joseph fundou a primeira fábrica de cimento da nova empresa Vicat. Desde então, o grupo não parou de crescer e hoje emprega quase 9.500 colaboradores nos 12 países em que atua. Hoje, o grupo Vicat é o único fabricante de cimento da França.