Sustentabilidade: molas pneumáticas de reposição

Molas pneumáticas de troca simples para caminhões com norma Euro 6 de emissões

Desde 2013, os novos caminhões na Europa precisam cumprir a norma Euro 6 de emissões de gases de escape. Isso é bom para o meio ambiente e para o clima: segundo a norma, os caminhões podem emitir bem menos partículas e óxidos de nitrogênio do que antes. Para cumpri-la, os fabricantes de caminhões devem construir veículos o mais leve possível, apesar do peso adicional dos sistemas adicionais para pós-tratamento de gases de escape. Pois menos peso significa menos consumo, o que gera menos emissões. A construção leve é um tema de prioridade absoluta para os fabricantes de caminhões.

Mas o que acontece quando é preciso trocar componentes individuais após alguns anos de operação? Se eles forem mais pesados que as peças originais de fábrica, as emissões voltam a subir, perdendo as vantagens do Euro 6. Para evitar esse problema, a Continental oferece ao mercado de reposição uma ampla linha de molas hidráulicas para eixos de construção leve.

Construção inteligente

No design desses componentes, partes metálicas como pistões de aço são substituídas por peças de plástico mais leves, mas igualmente robustas. O ajuste dos pistões também é otimizado, assim como o tipo de fixação. Combinando a fabricação pelo método de moldagem por injeção a um processo eficiente de junção, é possível aproveitar o volume interno completo do pistão. Tudo isso proporciona uma redução de peso de algumas centenas de gramas em relação à peça padrão. Como em grandes caminhões há várias molas pneumáticas instaladas, dependendo do tipo de mola pneumática, a economia total de peso pode chegar a alguns quilogramas. E isso reduz o consumo de combustível, quilômetro por quilômetro.

Economia real

A redução de peso compensa para os operadores, já que, ao longo do ciclo de vida completo, os custos com combustível correspondem, de longe, à maior parte dos custos totais. Bastian Dobrick, gerente de vendas, responsável pela área de molas pneumáticas no mercado de reposição na região EMEA: “Segundo nossos cálculos, com base no consumo médio e na quilometragem rodada, a redução anual nos custos com combustível supera 50.000 euros. Como a receita com os fretes vem caindo, qualquer forma de economia de peso representa ganho financeiro real para os operadores.”

Outra vantagem: apostando em componentes leves nas peças de reposição, com a redução do peso próprio da unidade veicular completa, os operadores também garantem maior autonomia e capacidade de carga, e com isso, maior eficiência por percurso. Esse é um aspecto que ganhará cada vez mais importância, especialmente em veículos de acionamento elétrico. Pois neles é ainda mais importante compensar a carga adicional das pesadas células da bateria.

Em suma, com as novas molas pneumáticas leves da Continental, os operadores de frotas e transportadores podem usufruir ainda mais das vantagens dos veículos Euro 6: emissões bem mais baixas, custos menores com combustível e maior carga para trajetos eficientes.

Como encontrar de forma rápida a mola pneumática certa

O portfólio atual da Continental oferece mais de 80 tipos para os modelos Euro 6 dos maiores fabricantes de veículos utilitários. No website https://www.airspringapp.com, são apresentadas todas as molas pneumáticas da marca ContiTech para o mercado de reposição, com dados e desenhos técnicos. Neste local, os usuários, desenvolvedores e parceiros comerciais podem encontrar o tipo adequado de mola pneumática para diferentes aplicações. Uma função de busca universal facilita a pesquisa, selecionando por área de aplicação, nome do artigo, código da peça original ou número de comparação.

Tem alguma pergunta?

Formulário de contato

Download

    Histórias relacionadas